terça-feira, 29 de junho de 2010

Sem Mais Delongas

Já faz um tempo que eu assisiti ao espetaculo da turma 47. Foi a minha primeira experiência de assistir aos colegas de corredor no palco, excetuando os formandos, claro. E foi uma surpresa muito boa. O pessoal apresentou um trabalho de alta qualidade e foi o primeiro contato da turma com o público.

Dentro do universo do dramaturgo Ariano Suassuna, orientados pelo professor Pedro Alcântara,  eles trouxeram cenas de três excelentes textos do autor: A Pena e a Lei, o Santo e a Porca e O Auto da Compadecida. Arrancaram gostosas risadas do público e fizeram um espetáculo de boa medida, nem muito longo, nem curto e com a preocupação de trazer fluidez entre as cenas tal forma que Sem mais delongas - Suassuna só assina traz de fato uma marca própria, autoral do grupo.

As cenas foram bem escolhidas e não ficaram descontextualizadas, o que deve ser difícil de se fazer. E ver um bom trabalho é sempre animador para um estudante que no próximo semestre estará realizando um trabalho semelhante (espero). Alguns podem dizer que eu ainda não tenho um olhar tão crítico. Talvez, mas uma platéia toda não pode estar errada. E eu não fui o único a gostar.


E esse texto também termina por aqui, assim curto mesmo. Sem mais delongas.

4 comentários:

  1. Em nome da turma 47... Só tenho a agradecer por suas belas palavras, e fico muito feliz de verdade em saber que o nosso grupo passou pela as qualidades mínimas de um bom espetáculo. Abraço

    ResponderExcluir
  2. Ah, logo, logo somos nozes!!!!! Seis meses voaram, colega!

    ResponderExcluir
  3. Oieee Que bacana... Suassuna, estamos montando aliás estreamos agora dia 07/07 AHAUHAUAUAHUAHUAH

    "Uma mulher vestida de sol"

    Essa de olhar critido dá altos papos mais... Eu digo. Tenha o olhar critico, mas também não perca a sensibilidade de apreciar a arte!

    Beijo

    Ah visite meu Blogteatro...

    começei agora nele

    http://entrealagrimaeosorriso.teatroblog.com

    ResponderExcluir
  4. corrigindo ali kkkkkkk essa de atormentado já me pegou na escrita ;D


    critico*

    ResponderExcluir

Atormenta aí!