quinta-feira, 6 de maio de 2010

Debatendo e Abrindo os Olhos

Na continuação das apresentações de cenas que debatem nossas idéias, tivemos discussões bem acaloradas em sala sobre aborto e prostituição. Quem levou esses temas em cena foram a Fani e a Noara. Durante o debate que prosseguiu após as apresentações alguns ficaram bem nervosos, reagiram mal, falaram mais alto, ficaram inquietos na cadeira e tudo mais.

Eu não encaro debate como briga (no sentido violento da palavra), valorizo muito a discussão e contraposição de idéias sempre, mas tenho a minhas dúvidas sobre qual é a real vantagem coletiva além de se conhecer outros argumentos e ter novas informações se dessas discussões não culminarem em ações efetivas, identificando temas que devem ser discutidos por mais gente da sociedade e mais á frente usar o teatro para isso.

Os olhos do professor Tin brilhavam ao dar suas recomendações e provocar ainda mais a discussão “Teatro é isso, é conflito!”, dizia ele.

Será possível que depois de diversos debates ao longo desses três anos curso a gente se limite a exibir um espetáculo preocupado somente em ser belo, engraçadinho e bonitinho? Espero que não.

Os olhos do professor Tin brilhavam ao dar suas recomendações e provocar ainda mais a discussão “Teatro é isso, é conflito!”, dizia ele.

Para acalmar os ânimos, depois tivemos a aula de maquiagem que sempre começa com uma massagem facial, com trilha sonora suave e meia luz (que dá muito sono). Passado esse primeiro bimestre onde praticamente fazíamos ‘desenho livre’ em nossas caras, estamos agora aprendendo algumas técnicas básicas como, por exemplo, reduzir ou ampliar o olho, que foi a lição de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atormenta aí!